domingo, 29 de outubro de 2017

O FIAT G.91 R3 de Palhais




"Panorâmica da minha aldeia, Palhais-Trancoso, Guarda"

"Considerado o seu ex-libris , o FIAT G.91 R3, número de cauda 5440, caça bombardeiro, turbo jato, monolugar, armado com 2 canhões , encontra-se à entrada da minha aldeia, a realçar ainda mais a beleza natural junto à ribeira afluente do Távora.

Foram introduzidos em Portugal 770 unidades, entre 1958 a 1977.
O primeiro voo foi em 9 de agosto de 1956 e foi aposentado em 1995.
Foi introduzido e operado pela Aeronáutica Militar Italiana, depois pela Luftwaffe da Alemanha e Força Aérea Portuguesa ao serviço da denominado guerra colonial Portuguesa.
Portugal comprou à então Alemanha Ocidental, 40 Fiat's, G 91R4 como contrapartida pela cedência de instalações para treino das tripulações alemães em Beja.
Os pilotos alemães e portugueses alcunharam-no de "GINA", de forma carinhosa.
Um desses G91 é o que se encontra em exposição estática na minha terra natal, Palhais, conforme a figura documenta, pela mão de um dos maiores e melhores filhos desta terra e piloto consagrado da F.A Portuguesa, Coronel Orlando Pinto Amaral.
Através da sua intervenção lhe devemos, com esta demonstração de carinho , a projeção e colocação no mapa , de forma mais visível esta pequena e querida aldeia.
Um abraço a todos os conterrâneos e filhos desta terra.  "



Fernando Santos

https://s3.amazonaws.com/gs-geo-images/e92a2809-2b35-4a35-b2a2-fe2e5a25a346.jpg





quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Outubro Quente

 
(Fogo na sra. da Ribeira- foto de Susete Santos no dia 14-10-2017)


Este ano foi sem dúvida, um dos mais quentes e secos dos últimos tempos, e o país esteve debaixo de chamas para piorar a situação.
A freguesia de Palhais, também passou por momentos de angústia, e também ouviu o aflito som do sino da torre da igreja, mas não houve danos de maior a lamentar, apenas algumas matas afastadas das casas. De muito valeu a união e colaboração de todos os que puderam, e que no terreno lutaram contra as chamas.
O incêndio que se iniciou na Sra da Ribeira foi apagado logo numa fase inicial. O que teve início em Fornos e que andou quilómetros, passou pela quinta do ferro, perto de Benvende, e posteriormente conseguiu alcançar parte da serra de Palhais, vindo de Rio de Mel, seguindo pela serra da Ribeirinha, junto às Eólicas. A chuva que finalmente surgiu no dia  16 já pela noite dentro, veio dar o precioso apoio a todos.
(Reboleiro- Foto de Arlete Paulo no dia 16-10-2017)




Os problemas nas redes telefónicas móveis e também fixas contribuíram para uma preocupação acrescida, tanto para os que estavam na freguesia, como para os que não estando, procuravam saber notícias dos seus familiares e amigos. As redes móveis ainda continuam com alguns problemas, mas a fixa já está a ser reposta. Interessa desde já saber que todos estão bem.

sexta-feira, 1 de setembro de 2017